quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

As Baixistas Mais Gatas do Rock


Essas Bandas Maravilhosas e Suas Baixistas Gatas

   Até parece clichê. Cara monta uma banda indie e põe lá uma mina pra tocar baixo. E ela tem que ser gata, porque mesmo que não toque muito tem que marcar presença. E na boa, todas as minas que eu vi tocar baixo em bandas que eu curto eram e são gatas, se tocam baixo pacas aí eu já não entendo.

Por Fabrício Furtado*


   Ainda nos tempos do K7 e vinil, num desses bailão de promoções, jogada entre fitas de sertanejos, pagodes e afins, tinha uma fitinha com uma capinha branca com uma mulher de seios de fora:


Kim Deal - Pixies





   Isso era 1989 meu velho. Ver ídolos só em revista Bizz ou em VHS que levavam séculos pra chegar nas mãos de alguém. Pixies foi uma paulada pra mim, até então eu não tinha ciência de guria cantando e tocando baixo pelo que me lembre. Daí, surgiu a Kim dos Pixies cantarolando Gigantic e me apaixonei. Tinha lido um comentário numa bizz sobre o álbum e o cara citou o baixo “burro” da Kim, que quer dizer o baixo que vai seguindo as notas sem nada de firulas. Na real eu nem dei bola pro baixo ser burro ou inteligente, fato era que, Kim Deal, dos Pixies passou a ser a minha baixista foda de banda naquela época.

  Kim participou de muitas bandas, The Amps, com uma pá de caras conhecidos e Breeders que dividia o palco com sua irmã gêmea Kelley. Você deve lembrar delas cantando Cannonball e Divine Hammer.
  Em 2005, acho, os Pixies voltaram e fizeram um show em Curitiba e me arrependo até hoje de não ter ido assistir. Tá, a Kim tá gorda e velha, desrespeito, não! Nós também estamos velhos, mas a Kim ainda é foda!





 Kim Gordon - Sonic Youth



   1994, MTV pulsando e a gente parando em frente a TV pra ver vídeos no Lado B da Music Television brazuca. Já conhecia Sonic Youth do Álbum Dirty e de músicas como 100%, por exemplo. Mas o vídeo de Bull in the heather foi uma paulada. A outra Kim da minha vida dava um cagaço nessa canção que parecia trilha de filme de terror com enredo medonho pra se passar de madruga numa TV qualquer. Mesmo essa Kim não sendo tão gata quanto a Kim dos Pixies, foi a primeira que eu vi combinar a mini saia jeans surrada com os tradicionais tênis Converse, oh, dádiva! Pernas e tornozelos de fora e um baixo à mostra.




D’arcy Wretzky - Smashing Pumpkins




   Talvez a mais enigmática de todas as baixistas, D’arcy era na dela. Não se via muitos manifestos e a performance era simples, mas importante na banda que eu considerava uma das mais fodas do mundo, os Smashing Pumpkins. O que mais chamava atenção na D’arcy, além da voz em poucas músicas, era realmente o figurino soturno, sombrio, quase que uma mulher gato ou uma vilã de histórias em quadrinhos. Mesmo sendo na dela, D’arcy fechava o pau direto com o ex, o guitarrista James Iha e o carequinha Billy Corgan e saiu da banda. Atualmente ela se envolve em processos na justiça e fisicamente o estado de hoje dela não é nada comparado ao da foto.



Melissa Auf der Maur - Hole e Smashing Pumpkins




   Essa gata eu conheci num clip da Hole, banda da ex-Kurt Cobain, Courtney Love. Na verdade, a única coisa que me atraia na Hole era a Melissa. Tempo depois com a saída da D’arcy dos Smashing Pumpkins, o Bily Corgan roubou Melissa da Hole, deixando a baranga Courtney enfurecida. O que me impressiona na Melissa é o ar de mulherão poderosa e mandona e o estilo de se vestir e as músicas dela são ótimas.




Simone do Vale - Autoramas




   Enfim uma mina brazuca de uma banda brazuca. Autoramas é minha banda brasileira preferida atualmente, nunca vi um show, mas assim que a oportunidade pintar vou nessa. O vídeo da música “Você Sabe”, explodiu na MTV. E lógico, ali estava eu babando pela baixista de mini saia e botas. Simone teve uma passagem que eu considero curta na banda, tratou de cuidar da carreira de tradutora e produtora. A mina faz muita falta nos palcos, tanto que já fizeram até uma campanha intitulada “Simone, volta pro rock!” pra ver se a gata veste a saia e botas again.



   E você aí? É gata? Curte música? Pega um baixo e manda ver!



* Fabrício Hasse Furtado é "fã incondicional de boa música; amante do Rock and Roll". Colunista do site Musica SC gentilmente cedeu o seu texto pra gente postar aqui. Você pode ler mais artigos do Fabrício acessando a sua coluna http://www.musicasc.com.br/index.php/2012/01/26/coluna-do-fab-furtado/




Os Americanos

Loading...