quarta-feira, 25 de março de 2015

Livro mostra ligação entre ETs e presidentes dos EUA

Arquivos ultra-secretos revelados

   É impossível passar batido pelo livro que descansa em destaque ao lado de dezenas de outros na seção de “lançamento” nas maiores livrarias americanas, e o fato de “The Presidents and UFOS, a secret history from FDR to Obama” – ou “Os Presidentes e UFOS, uma história secreta de FDR a Obama” – estar na seção de “não ficção” já é suficientemente irônico.
   Para os amantes de teorias conspiratórias o livro é como churros de doce-de-leite. Para os demais não deixa de ser interessante porque o autor, Larry Holcombe, passou 50 anos estudando o assunto – e uma pessoa que passa 50 anos investigando um mesmo tema requer sempre alguma admiração.
   São mais de 300 páginas, embaladas em capa dura, e dezenas de documentos até pouco tempo ultra-secretos levantados junto a órgãos oficiais do governo americano, de Roosevelt a Obama como diz o título, para tentar provar que a possível existência de UFOs, e investigações nesse sentido, fazem parte da agenda presidencial.

   Holcombe explica que antes da Segunda Grande Guerra os Estados Unidos eram um país ingênuo e era normal que Presidentes falassem mais abertamente sobre o tema.            Depois da Guerra, no novo papel de líderes mundiais, a ingenuidade morreu e o assunto ganhou o status de tabu.
 Holcombe coletou um impressionante número de depoimentos sobre aparições e muitas dessas histórias são contadas em detalhes, como a do dia 29 de novembro de 1989 quando 143 relatos deram conta de verem OVNIs no céu de uma pequena cidade belga, Eupen (foto). Dois desses relatos eram de policiais rodoviários que descreveram as mesmas coisas.

   Há no livro, como não poderia deixar de ser, imagens do que seriam UFOs e cópias de inúmeros documentos até a pouco sigilosos cuja missão era informar os presidentes sobre novas aparições.
   Há também relatos de diálogos entre os presidentes e assessores. Roosevelt, por exemplo, teria sido informado em 1942 que em uma determinada noite muitas aeronaves relataram ter visto objetos não identificados no céu. “De acordo com fontes do serviço de inteligência eles são de origem inter-planetária”, teria sido dito a Roosevelt naquela noite.
   O autor diz ainda que, entre os presidentes, Nixon era o mais interessado no assunto, e que Obama não está nem aí para OVNIs.


   Entre os episódios contados há alguns perfeitamente críveis e outros nem tanto. Como a história da noite em que Ronald (foto) e Nancy Reagan, ainda jovens, estavam dirigindo por uma estrada e encontraram um OVNI parado no meio da pista. Eles teriam descido do carro e sido abordados telepaticamente. O visitante de outro planeta então comunicou: “largue o cinema e vá para a política”, e a única parte crível dessa história é achar que o alienígena estava fazendo uso de um plano maquiavélico para destruir a Terra sugerindo que o ultra neoliberal Reagan invadisse a política e, quem sabe, acabasse presidente e, depois, com o mundo. Não deu certo ainda, mas os danos causados por Reagan podem ser sentidos até hoje, para delírio do alienígena espertinho que teria mudado a vida do ator.
   Mas o mesmo Reagan é citado como tendo feito a melhor das observações: “Talvez uma invasão alienígena faça com que sejamos capazes de nos unir”, teria dito o presidente, mas não ficamos sabendo se era um desejo ou um medo apenas.
   No final do livro Holcombe pede que aqueles que tenham alguma história sobre UFO para contar entrem em contato com ele. Como não há previsão de lançamento do livro no Brasil, o Baixo Manhattan deixa o endereço eletrônico de Holcombe caso você tenha uma história sobre UFOs para relatar: larryholcombe1@gmail.com




Os Americanos

Loading...