quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Terra oca, Terra plana, contra-Terra e a crise das infinitas Terras

   Sobre as Terras terráqueas e as Terras extraterrestres

   Certa vez, quando eu era muito criança, na casa de um primo um pouco mais velho que colecionava gibis fuçava fascinado suas pilhas de Histórias em Quadrinhos quando em dado momento peguei uma revistinha que me chamou a atenção pela capa e li o título "Crise nas Infinitas Terras". Não sei porque mas aquele título me impressionou muito, eu achei o máximo aquilo, me senti um ignorante e senti criança que havia muito no mundo para descobrir, haviam coisas que eu nem podia supor à minha espera para serem descobertas, coisas como o conteúdo daquela HQ, o que eram as infinitas Terras? O que os heróis tinham a ver com elas? Nunca li essa história, mas fiquei realmente instigado então. Contudo, nunca aprendi a realmente gostar de HQs de super-heróis, infelizmente, mas ler aquele título foi uma espécie de despertar pra mim, acredito que foi a primeira vez que ao ler alguma coisa senti curiosidade, senti sede de saber, acho que esse foi o marco zero da minha vida intelectual. 

   Desde então e cada vez mais fui me tornando um curioso. Comecei a ler gibis com alguma frequência, apesar de só ler Turma da Mônica. Depois vieram as revistas de cinema, depois as de música; professores dedicados me fizeram ler com algum interesse poesia na escola e com 17 anos aí vieram os livros, foi então que o bicho pegou. Em meados dos anos 2000 eu já era um leitor até que bem assíduo, lia muitos livros de literatura, mas principalmente Filosofia, Ciências Humanas e Arte. E foi nessa época que chegou a internet aqui em casa. Com ela, além dos temas tradicionais que poderia pesquisar indefinida e confortavelmente, agora também apareciam uma série de outros temas fascinantes, como, por exemplo, a teoria que diz que Jesus Cristo pode nunca ter existido. Fiquei obcecado pela teoria quando a conheci, foi numa época ainda pré-youtube, então lia tudo o que encontrava sobre o tema na web, depois fui atrás de livros e revistas, e fiz até o meu TCC sobre. Me formei em História em 2006. Um ano depois a teoria fica super popular com o lançamento do filme Zeitgeist, que a apresenta juntamente com outras teorias controversas, porém muito interessantes. 

   Particularmente, tendo uma formação cientifico-crítica, torcia o nariz para essas teorias, chamadas de forma sempre um tanto pejorativas de conspiratórias. Até que em meados de 2012, meio sem ter o que fazer resolvi dar uma pesquisada sobre os tais de Illuminati. Pra resumir, só quero dizer que minha vida mudou depois disso. Eu adoro quando encontro ideias e teorias que mudam completamente minha visão de mundo, como aconteceu com a teria sobre Cristo que mencionei, e pra minha surpresa estudar os Illuminati causou esse efeito em mim, eu nunca mais vi o mundo da mesma forma, e fiquei obcecado pelo tema. Claro, existe um monte de absurdos nessas teorias, mas por minha formação, consegui separar o joio do trigo, ou pelo menos é isso que sempre tento fazer quando adentro nesse universo. Antes de jogar "Illuminati" no google eu não dava muita importância às ordens secretas, por exemplo, achava que isso era mais algo que ficava legal de ver no cinema, e só. Hoje esse é um dos temas que mais me interessam e sobre o qual eu mais pesquiso. 

   As teorias conspiratórias, pra mim hoje, mesmo que suas teses não se mostrem verdadeiras depois de uma pesquisa mais aprofundada, valem a pena estudar por que te colocam em contato com tanta informação nova que isso por si só já as tornam relevantes, pelo menos as mais sérias entre essas, digamos assim. E toda a novidade que elas trazem e as novas conexões que elas apresentam e permitem que nós mesmos façamos pra mim são um deleite epistemológico irresistível. E por isso, desde que comecei a estudar as conspirações, há quase quatro anos atrás, estou sempre dando uma olhada ou outra nas novas teorias do tipo que surgem, enquanto que em outras tenho me aprofundado cada vez mais e descoberto tramas na realidade incríveis e que estiveram sempre diante de nós e não notamos. 

   Meu interesse por essas teorias chegou a tal ponto que eu mesmo um dia resolvi criar uma. No dia da morte de Eduardo Campos (o candidato a presidente que morreu no acidente de avião) juntei os diversos dados que estavam e que não estavam circulando pela internet e pelos meios de comunicação e criei uma teoria de que a morte do candidato não passava de uma farsa. Postei aqui no blog e o post fez muito sucesso. Te confesso que até hoje tenho minhas dúvidas sobre o que aconteceu naquele dia 13 de agosto de 2014. Tempos depois surgiu uma teoria de que ele teria sido assassinado e de que não teria sido um acidente, entretanto, minha teoria diz que nem sequer um avião caiu aquele dia. Confira o post clicando aqui, tire suas conclusões.

   A Teoria da Terra Plana - Mas se as teorias conspiratórias podem nos ensinar muito elas também podem nos confundir, o que também é um outro fascínio que elas tem. Por algum motivo, algumas pessoas tendem a se jogar de cabeça nessas teorias por mais absurdas que elas pareçam e mesmo que contradigam todo o milenar acúmulo de conhecimento cientifico. Essas teorias em geral sempre contradizem o senso comum, mas quando contradizem absolutamente tudo o que sabemos, aí já é demais, não é mesmo? Recentemente a teoria que mais tem ganhado força faz justamente isso, é a teoria da Terra Plana. Como toda teoria conspiratória ela te faz pensar diferente, lhe ensina coisas que você não sabia e diverte, e isso é legal. Entretanto, essa é composta de alguns dados tão fantásticos que chegam a ser engraçados. O interessante é que os primeiros argumentos dela fazem um certo sentido, pois vão ao encontro ao sendo comum de tal forma que parecem condizer mais com a realidade que experimentamos diariamente do que aquilo que a escola ensina, porém, ao nos aprofundarmos mais começam a aparecer as explicações mais fantásticas para algumas questões. Não obstante, seus adeptos só crescem e são munidos por um sentimento que mais os aproxima da fé do que do saber. E isso parece ser um sintoma a mais da crise que vivemos hoje, onde a tecnologia evolui, mas as pessoas intelectualmente falando ou andam para trás ou estagnam, a humanidade parou de evoluir! Fiz três vídeos recentemente falando sobre isso, lhe convido a conferir aqui nesse link.

   Basicamente a teoria da Terra plana diz que o nosso planeta não é um planeta, mas uma espécie de pizza com bordas que são na verdade a Antártica e o centro é o que chamamos de pólo norte. O sol e a lua tem o mesmo tamanho e são bem menores do que a ciência diz e estão bem mais perto, e o fato de terem o mesmo tamanho explica os eclipses solares. O céu é na verdade um domo que tem fim, e sobre esse domo, essa redoma, existe água. Estamos submersos por algum motivo que eles nãos sabem explicar em um imenso oceano e o espaço não existe. E tudo o que chamamos de astronomia é só uma grande enganação promovida pela Nasa e pelas elites dominantes.




A teoria é uma tese que serviria para um filme de ficção científica fantástico. Nunca assisti Jogos Vorazes, mas acho que tem a ver com isso, não? E acho que a popularização da teoria recentemente, que é na verdade já bem antiga, vem do filme. Já viu o filme? Comenta aí.







Teoria da Terra Oca - Mas essa não é a única teoria fantástica sobre o Planeta Terra que circula pela internet. Uma outra que me interessou bastante quando conheci foi a teoria da Terra oca. Essa teoria diz que nosso planeta e todos os demais são ocos e seus pólos norte e sul possuem entradas. Ao adentrar por esses buracos nos pólos da Terra encontramos um outro mundo, com oceanos, continentes, animais e vida inteligente, que vivem graças a um sol interno. Sobre isso já fizemos um post aqui no blog, e por isso não me estenderei, a teoria é cheia de dados bastante interessantes, mais instigante do que os da Terra plana apesar de um tanto controversos, e para saber mais visite teoria da Terra oca



Teoria da Contra-Terra ou Planeta Hestia - E mais recentemente descobri uma outra teoria fantástica sobre a Terra. Essa é bem menos conhecida e tem pouca informação sobre ela na internet, mas apesar de um tanto absurda como as outras, ela é intrigante e fascinante, no mínimo ela proporciona um grande exercício intelectual, que é justamente o objetivo afinal de trazer estas teorias aqui para o blog. Essa teoria diz que o telescópio Lúcifer do Vaticano descobriu um outro planeta Terra em nosso sistema solar que tem a mesma órbita do nosso. O motivo de ele nunca ter sido descoberto até hoje é o fato de ele estar atrás do sol, e conforme nosso planeta se movimenta ele se movimenta também e assim está sempre encoberto. Contudo, o Papa Francisco já sabe disso e se prepara para em breve fazer o anúncio à humanidade. Como o planeta é igual ao nosso, porém maior, e está na zona habitável ele possui vida. Porém a contra-Terra ou Planeta Hestia é mais antigo que o nosso então a vida inteligente que lá se desenvolveu é mais evoluída, e assim essa seria a origem das visitas extraterrestres que nosso planeta recebe, os alienígenas viriam do nosso vizinho ainda desconhecido. A teoria daria um belo enredo para um filme, mas ela carece de mais argumentos, baseando-se em documentos que teriam vazado do Vaticano. De cara um dos seus furos é o nome do telescópio do Vaticano, ele não se chama Lúcifer, apesar de que, pesquisando descobrimos que nas instalações aonde se encontra o telescópio tem uma certa área que sim, se chama L.U.C.I.F.E.R. O Vaticano é cheio de mistérios, e muitos estão vindo a tona, falei um pouquinho já disso aqui no blog neste post e nesse vídeo, confira.


Crise nas Infinitas Terras - Enfim, as teorias sobre a Terra apesar de fantásticas, carecem de dados mais contundentes e irrefutáveis e nesse sentido eu diria que todas são teorias em crise, por carecerem de consistência científica. Ao mesmo tempo, a sua existência como crença são o sintoma da crise que a Terra em que vivemos enfrenta, uma crise de conhecimento, de educação, que como consequência faz com que mentes inteligentes adotem teorias demasiadamente discutíveis como uma doutrina de fé, pois existem muitas pessoas bastante inteligentes defendendo essas teorias como verdade, pessoas inteligentes mas pouco cultas critica e cientificamente.  As três teorias juntas poderiam formar o enredo de uma trilogia de ficção científica, e são tantos os dados que dariam filmes até que verossímeis, mas defender essas ideias como verdade é ingênuo apesar de ser divertido e instrutivo estudá-las.
   Quando li o título "crise nas infinitas terras" na infância, o que se sabia é que existia um planeta Terra e mais oito outros planetas no sistema solar, pelo menos era isso que eu aprendia na escola. Hoje, cerca de 3 décadas depois, sabemos que o nosso sistema solar é uma vizinhança bem mais populosa, e novas descobertas não param de acontecer. Sabemos que o que era só um contexto para uma história de super-heróis, a existência de infinitas Terras, parece hoje ser algo absolutamente plausível e essas Terras que não param de ser descobertas ao demonstrarem-se muito parecidas com o nosso lar, nos permitem supor que nelas também hajam crises, de modo que não é nem um absurdo hoje especular sobre a existência da crise das infinitas Terras. O que era só ficção hoje é realidade. Seria esse também o futuro de alguma dessas teorias sobre a Terra aqui apresentadas?

Os Americanos

Loading...